domingo, 23 de março de 2014

#naomeenvergonhodoevangelho

9 comentários
Campanha? Pra quê?
Resolve? O quê?
Transforma? Não!
É proibido vender cigarro aos pequenos! Hã? É proibido, cadeia certa!
O dono da cigarreira e do mercadinho tá nem aí, parece balela.
Balela embalada pela ideia de que uma propaganda pode ser de utilidade pública!
Erro, engodo, engano, desgosto!!!
A venda de cigarros continua porque a má educação perdura, perdulariamente a compulsão pela compra desnecessária e destruidora predomina no coração dos idiotas idealizados na liberdade libertina da droga legal.
Acidente? Sim. Inconsequente, intransigente, irresponsável e desinteligente a bebida é tomada e a direção agressiva é praticada. Mas não existe a lei seca? E a campanha pelo uso de veículo alternativo onde ficou? Só na TV porque a realidade dos fatos é outra, todo alcoolista é super herói de quadrinhos. A campanha não adiantou, o dinheiro que gastou não serviu porque educação não se viu!
A mudança do coração não vem pela propaganda de ação, mas pela metanoia da transformação de corações combalidos que devem devotar à metamorfose do coração.
Deixar de lado práticas pecaminosas, aprender uma vida nova e praticar ações cristalizadas, pelo Cristo messiânico que uma vida reta levou.
O número de mortos por consequência do consumo de bebida alcoólica caiu? Não. E pelo consumo de cigarro? Quase nada. A venda proibida no mercado legal continua a existir e muitos meninos que nem da cama deixou de fazer xixi usam esta droga que mata cada vez mais!
Hashtag usado para campanhas superficiais do que nada dizem, cerquilhas cercadas de filosofia vã, filosofia barata. Hashtag, hashtag, hashtag... Infantil uso para ainda mais alienar os alienados que estão ligados, conectados e vidrados numa campanha que vai "mudar" o mundo!
#naomeenvergonhodoevangelho! Mas, o Evangelho se envergonha de você, hipócrita, mentiroso, fariseu até o pescoço, porque na cabeça pensa que é cristão autêntico, mas o que tem é uma caixa oca de vento que quando alguém bate só sai o eco do oco!
Promover o Evangelho? Vídeo? Acho difícil. Promover a si mesmo é isso que diz "Eu quero!" Ficar famoso por ter cumprido o desafio e todos verem que eu sei falar "bem" daquilo que nem sequer leio: A Palavra sagrada!
Promover o Evangelho é com vida reta, sem retrocesso midiático, de seres alienados que acham que são protestantes, mas na realidade são um corpo mutante que não é o de Cristo, mas o corpo da mídia.
Por isso se diz: "Cuidado rapaz! Acorda moça, esta proposta, ardilosa, interesseira, grotesca, escrachada é na realidade uma grande besteira!"

Érick Freire
Escritor e pedagogo

9 Responses so far.

  1. Olá Érick!

    Li seu texto, esse apenas. Queria fazer uma pergunta a você. Você não precisa "autorizar" essa postagem em seu blog. Quando vejo alguém criticando algo, penso que, no mínimo, essa pessoa deva ter uma ideia melhor, que sobreponha à crítica ou que faça o criticado repensar sobre tal assunto. Isso você fez. Você disse, com palavras muito bonitas, que precisamos ter uma vida reta, transformada verdadeiramente por Cristo.

    Minha pergunta é: o que te faz pensar que as pessoas que postam esses vídeos não tem suas vidas transformadas pelo evangelho? Afinal, acredito eu, que você não conheça todas elas.

    Entendo em parte o que você quis dizer (sempre tem aqueles que querem tão somente auto promover-se) mas, nesse caso, como cristãos, devemos saber separar "o joio do trigo". Devemos entender que primeiramente temos que tirar a trave do nosso olho. E também que não temos direito algum de julgar ninguém, ainda menos de uma forma tão generalizadora como você fez. Em minha opinião, você é o fariseu dessa história.


    Paz!

  2. Prepare-se para o apedrejamento meu Irmão. Tu és uma benção abraço.

  3. Eu acho sinceramente que nao se pode generalizar e esta publicacao torna a todos que enviaram videos com #naomeenvergonhodoevangelho em falsos cristaos por certo. Eu ainda nao enviei mas nao vejo problema algum em enviar quando for desafiado. Se nossos olhos forem bons todo o nosso corpo o será tambem. Se isto nao fere nenhum principio o que tem de mais? Nao coloquemos jugo no pescoco dos outros

  4. Leila, entendo sua consternação, mas quero te dizer que minhas críticas não foram aos retos, mas aos hipócritas. Cristo fez isso várias vezes com os fariseus, mesmo sabendo Ele que muitos fariseus eram pessoas retas e que tinham um coração piedoso!
    Irmã, não chamei ninguém diretamente de fariseu, mas a querida sim o fez. E eu recebo a crítica e passo a refletir, mas ciência tenho que não direcionei a ninguém diretamente, porque como a irmã mesmo disse, não tenho condições de analisar os corações.

    Fica na Graça e na paz de Cristo.
    Att. Professor Érick Freire

  5. Urbano, peço que leia a resposta que dei a Leila, a mesma se aplica ao querido irmão. Este é um texto poético, reflexivo e provocou ódio no coração de muitos porque nele tem muitas verdades!

    Abraço.
    Fica na graça e na paz.
    Professor Érick Freire

  6. Verdade dolora

  7. Besteira, besteira, besteira...
    Cada vez estou mais convicto que tudo é blá, blá, blá...
    Uma vez ouvi: "o mau da humanidade é Deus". Fiquei calado, ouvi e vi colegas se revoltarem com tal frase, mas refletindo melhor, analisei que parte da frase está correta, não é o "ser" ou força superiora ao qual se atribui o nome de Deus que é o mal, mas as pessoas, a animalidade humana que precisa culpar algo ou alguém por seus devaneios, fracassos, pela sede desenfreada de poder e riquezas ou até mesmo para controlar ou dominar massas, mas tudo é feito em nome de "Deus".

  8. Nossa a coisa tá séria aqui. Mais vamos colorir com charges? Logo começarei a entregar, de acordo com os textos que eu ler.

  9. Oi Érick! Achei que o Gmail fosse me avisar quando você autorizasse a postagem.

    Sim, me referi a você como fariseu, dentro desse contexto. Neste contexto, após ler algumas vezes seu texto, não consigo encontrar paz em suas palavras, não encontro palavras de edificação, entende? e, na minha humilde visão, o cristão deve passar essas coisas. Assim como você aponta os possíveis hipócritas (que todos nós sabemos que existem sim), quem me garante que você vive o que prega, se EU não conheço seus frutos? E é por isso que não tenho direito algum de tentar derrubar iniciativa alguma de anunciar o evangelho (sei que essa não foi sua intenção, só pra eu me fazer entender)

    Entende meu questionamento?

    Continuo acreditando que o melhor caminho é ser direto com as pessoas. É tentar mostrar a direção à luz da Bíblia, com amor, sabe... Jesus ao encontrar os fariseus ele era "curto e grosso", mas veja que Jesus tudo faz através do Espírito de Deus.

    Mas, se você afirma que não generalizou, acredito em você!

    Paz!
    Aprendiz Leila

Leave a Reply

Este é seu espaço.
Dê sua opinião, crítica, elogio e sugestão.

 
O Revistão © 2011 DheTemplate.com & Main Blogger. Supported by Makeityourring Diamond Engagement Rings

You can add link or short description here